Parafraseando Davi Kopenawa, xamã e porta-voz Yanomami: “A indústria de joias de luxo é uma armadilha para o povo Yanomami. Cartier usa sua ‘amizade’ para nos enganar e manipular. O que eles querem é extrair nossa riqueza e enviá-la para outros países. A riqueza de nossa terra Yanomami, eles vão pegá-lo e enviá-lo para China, Japão, Alemanha e outros lugares. É o modo de pensar deles. É sua preocupação, ganhar dinheiro, ganhar dinheiro para enriquecer. »

Barbara Crane Navarro

Mural com uma menina Yanomami segurando uma placa de “Pas de Cartier” – fotomontagem: Barbara Crane Navarro/EZK StreetArt

O crime organizado controla a distribuição ilegal de ouro, e o ouro extraído ilegalmente ocupa uma parcela significativa do mercado global de ouro. No caso da América Latina, especialistas estimam que metade do ouro exportado da região é extraído ilegalmente.
Os traficantes de drogas contribuem para a violência na região amazônica. Suas operações dependiam do tráfico de drogas. Agora eles também dependem de ouro ilegal. Uma das razões pelas quais o ouro ilegal é tão valioso para grupos criminosos é que, ao contrário da cocaína, existe uma versão legal que se parece exatamente com ela…

Cartier” – fotomontagem: P.O.D.

Cartier representa o fetichismo da mercadoria de joias de luxo – itens que são funcionalmente inúteis para a sociedade humana. Você pode clicar neste link:
https://www.cartier.com.br/ para ver quais itens…

View original post 219 more words

Published by alessandrascarpulla

artist

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

Create your website with WordPress.com
Get started
%d bloggers like this: